SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

PREVISÃO DO TEMPO

? ºC Marcelandia - MT
Titulo fixo

✦ Justiça

STF 05/03/2021 14:09

Marco Aurélio manda Câmara votar abertura de queixa-crime contra Bolsonaro

O caso foi parar nas mãos do ministro do STF, Marco Aurélio Mello, que decidiu encaminhar a queixa-crime contra Bolsonaro diretamente à análise da Câmara dos Deputados, segundo a revista Veja

 Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma queixa-crime contra o presidente Jair Bolsonaro pelo crime de “calúnia” em janeiro.

O esquerdista citou na peça algumas declarações de Bolsonaro, numa entrevista à rádio Jovem Pan, em que o presidente afirma que Dino teria negado pedido do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para que a Polícia Militar (PM) maranhense garantisse a segurança presidencial durante uma visita ao estado em 2020.

“A mentira pode ser usada deliberadamente no debate político? O Presidente da República, com suas elevadas atribuições, pode costumeiramente mentir?”, alegou o governador maranhense.

O caso foi parar nas mãos do ministro do STF, Marco Aurélio Mello, que decidiu encaminhar a queixa-crime contra Bolsonaro diretamente à análise da Câmara dos Deputados, segundo a revista Veja.

“A temática relacionada ao exame de queixa-crime em face do presidente da República encontra regência nos artigos 51, inciso I, e 86, cabeça e § 1º, inciso I, da Constituição Federal: ‘Artigo 51. Compete privativamente à Câmara dos Deputados: I – autorizar, por dois terços de seus membros, a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado”, escreve o decano.

“Admitida a acusação contra o presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade. § 1º O Presidente ficará suspenso de suas funções: I – nas infrações penais comuns, se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal”, segue a decisão de Marco Aurélio.

Segundo o entendimento do ministro, por se tratar crime cometido contra a honra, no caso, calúnia, cabe ao próprio ofendido produzir a queixa-crime, que equivale a uma denúncia — nos moldes das medidas adotadas pela PGR contra Michel Temer, por exemplo.

Se a Câmara autorizar, o presidente vira alvo de uma ação penal no STF. A decisão de Marco Aurélio é do dia 12 de fevereiro.

“Somente após autorização da Câmara dos Deputados é adequado dar sequência à persecução penal no âmbito do tribunal. Deem ciência à Câmara dos Deputados quanto à formalização da queixa-crime, a teor do artigo 51, inciso I, da Constituição Federal”, diz o ministro na decisão.


Farmacia avenidaBanner6Tupy supermercadosBanner catarinenseBanner lava jato centralAcemar 248A faixa verde 2EvertonLima gasPolaco eletrecista   copiaLima gas 1
Titulo fixo

Cidade News Online Comunicações

Rua Eduardo Gomes da Silva - 906 - Vila Isabel - Marcelândia

(66) 9999-56308

contato@cidadenewsonline.com.br

Copyright © 2012/2021 - CIDADE NEWS ONLINE - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL
CONTATO@CIDADENEWSONLINE.COM.BR 

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo